quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

COZINHA DE INVERNO - 4




EMPADÃO DE MOCHI COM TEMPEH E ARAMÉ
Andava com muita vontade de voltar a cozinhar este prato mas ainda não estava suficientemente frio para isso. Até que hoje, 1º de Dezembro de 2011, o dia amanheceu frio, frio. E decidi que hoje era o dia.
Uma hora e meia foi o tempo que demorou até o empadão entrar no forno. No total, foram duas horas. Bem aproveitadas, a ouvir Leonard Cohen.
É um prato trabalhoso e demorado, mas vale bem a pena, pois é muito reconfortante, saciante e energético - neste preciso momento estou "redonda" e a precisar de ir para a toca do urso fazer uma bela hibernação (no Verão chama-se sesta, no Inverno, hibernação...)
Aprendi esta receita há cerca de um ano no Curso de Culinária do Instituto Macrobiótico, com a Profª Laura Dinis e cozinhei-o várias vezes ao longo do Inverno.

EMPADÃO

Ingredientes
Mochi
1 chávena de chá de arroz glutinoso demolhado oito horas
2 chávenas de água
pitada de sal

Recheio
3 cenouras cortadas em aparo médio
2 cebolas cortadas em meia lua
uma mão cheia de alga aramé
alguns cogumelos shitaké (no caso foi misto de marron, champignon e shitaké) cortados em lâminas
1 rolo de tempeh fresco
azeite
mirin
sumo fresco de gengibre

Preparação
Levar o arroz ao lume na água em panela de pressão, quando a água começar a ferver, temperar com uma pitada de sal, fechar a panela de pressão e deixar cozer em lume brando em cima de difusor durante cerca de 40 minutos.
Uma vez cozido, socar o arroz num suribachi formar uma pasta cremosa (quase com bolhas) - eis o mochi.
Neste caso, utilizei o zingarelho de madeira mas soquei o arroz dentro da panela, pois o meu suribachi é muito pequeno; aproveito para informar que socar arroz glutinoso deve queimar calorias que nunca mais acabam e quem praticar muito tem que fazer exercícios compensatórios com o outro braço sob pena de ficar com "braço de tenista".

Enquanto o arroz coze, preparar os vegetais no corte indicado, demolhar a alga aramé cerca de 5 ou 10 minutos, levar um tacho ao lume, quando quente untá-lo com azeite e colocar as algas escorridas, deixando estufar até secarem; juntar então a água de as demolhar e, seguidamente e por esta ordem, acrescentar os cogumelos, a cebola e a cenoura, em camadas. Temperar com mirin, tapar e cozinhar cerca de 20 minutos. No fim, adicionar o sumo de gengibre acabado de espremer.

Cortar o tempeh em fatias com cerca de meio centímetro de espussura, marinã-lo em shoyu com sumo fresco de gengibre, dourar de um lado e outro numa frigideira anti-aderente, juntando no fim a marinada até esta evaporar.

Num pirex, colocar o estufado de alga, cobrir com as fatias de tempeh e, por fim, com o mochi.

Vai ao forno cerca de 30 minutos.

Acompanha com grelos escaldados e salteados em azeite e vinagre de ameixa e um
ESTUFADO LONGO DE VEGETAIS

Ingredientes
2 cebolas em fatias
2 cenouras cortadas em diagonal grande
2 nabos cortados em quartos
alguns bocados de abóbora cortados grandes
rodelas de gengibre fresco
azeite
shoyu
miso de arroz

Preparação
Cortar os vegetais como indicado.
Aquecer um tacho de base larga, deitar um fio de azeite e colocar a cebola no fundo com uma pitada de sal (a cebola colocada no fundo do tacho potencia o efeito energético do cozinhado pois a energia que se liberta da cebola vai impregnar os vegetais que se colocam por cima daquela) e por cima da cebola uma tira de alga kombu demolhada e os demais vegetais.
Temperar com umas gotas de shoyu e um pouco de miso de arroz em cima das cenouras, deixar em lume forte durante cerca de 5 minutos, baixar o lume, tapar e deixar estufar 20 a 25 minutos.

Sem comentários:

Enviar um comentário